Sociedade Plural: Notícias de Cachoeira, Notícias Recôncavo Baiano, Arte e Cultura Afro Brasileira...

Notícias de Cachoeira, Recôncavo Baiano e Cultura Afro Brasileira

Imagem: negro no poder
Imagem: Paulo Sérgio

Opinião

Fatos e Opinião
Imagem: instrumento médico

Pandemia da Covid-19

Noticias da Covid-19
Imagem: Segundo autor

Empregos

Empregos no Recôncavo

Política salarial do governo Bolsonaro

 Política salarial do governo Bolsonaro não tem aumento real no salário mínimo.

Bandeira do Brasil
                                                                  Bandeira brasileira

Presidente Jarir Bolsonaro assumiu a presidência da república no dia 1 de janeiro de 2019 como 38º Presidente do Brasil com a responsabilidade de governar para todos os brasileiros eleitores dele ou não, contudo o que verificamos e o nosso presidente, falando a uma pequena parcela da população com discuso agressivo a quem não é parte deste grupo. Ainda bem no começo de seu governo o senhor Bolsonaro tomou medidas, conta a maioria do conjunto da sociedade brasileira, ao decretar o salário mínimo em R$ 998,00 ele está dizendo as classes populares que não está comprometido em manter as políticas de aumento do salário mínimo dos seus antecessores. Desta forma o presidente dá o primeiro sinal inequívoco de sua política neoliberal de arrocho salarial, os trabalhador  tem desta forma perada de seu poder aquisitivo, sabendo que a infração medida pelos órgãos oficiais, não é a inflação das classes mais populares.


Supermercado

Ao diminuir o poder, aquisitivos das pessoas que está vinculado ao mínimo, ele está favorecendo a manutenção da recessão, não é com arrocho salarial que o Brasil vai sair da crise econômica. Com menos dinheiro para gastar, a maioria da classe consumidora não vai manter seu poder de compra. O salário mínimo já é muito baixo, mesmo assim, aqueles que detém privilégios vão, ao logo do ano tentar justificar está política neoliberal.
Share:

Campanha: Doe Sangue, salve vidas!

Imagem: logo do EMOBA

Entre em contato através do telefone (71) 3116-5643, de segunda a sexta-fera, das 8h às 16h, ou envie um e-mail para horamarcada@hemoba.ba.gov.br.



Utilizamos Cookies

Utilizamos cookies para analisar o nosso tráfego. Ao navegar pelo nosso site você concorda com a Política de Privacidade.