Sociedade Plural: Diversidade Cultural, Arte e Cultura Afro Brasileira...

Turismo na Cidade da Cachoeira Bahia

 Câmara municipal da Cachoeira


Foto da Câmara municipal da Cachoeira Bahia


Na disputa política no município da Cachoeira a mais de uma década, vimos o discurso oportuno, na falta de uma política de geração de emprego e renda na cidade dirigida a população que passa por muitas dificuldades em especial no âmbito do primeiro emprego, para justificar a inércia administrativa local, falavam na vocação turística deste município, não admitir este fato se contrapõe ao bom senso. Não é preciso fazer esforço para lembrarmos de época passada, onde os artistas cachoeiranos, muritibanos são-felista.
 auferiam lucros com os seus trabalhos manuais; este editorial está se reportando a meados da década de 1980 e a década de 1990, os artistas vendiam muito bem, as vendas eram tão boas que vários pintores viam de Salvador para aqui em nossa cidade, vender seus quadros. Escultores, pintores e artesões de modo geral, vendiam bem sua produção artística.

 O desinteresse dos turistas pela cidade, residi em diversos fatores. Passando pela conservação da mesma, divulgação de seus eventos principais e outros.

Tudo indica que a cidade da Cachoeira, passa por um processo parecido com Haiti, pequeno país da América Central de maioria negra e de colonização francesa, um grande exemplo da resistência a opressão do colonizador; onde tinha no turismo importante meio de geração de renda para o seu povo; muitos dos artistas vendiam bem, de uma hora para outra teve suas atividades de venda de sua produção artística e artesanal, desestimulada; veio então a decadência. Qualquer semelhança com a cidade da Cachoeira não é mera coincidência. Na falta de incentivo da prefeitura municipal, constatamos a presença de artista levando em seu carro, as compras de clientes de um supermercado desta cidade. Não é difícil entender se arte produzida nesta cidade fosse produto de uma elite branca, teria incentivos.

As festas de São João da cidade, não traz valor ao artista local, devido ser um evento com frequentadores locais, e neste evento vimos até o ano de 2019, gastos altos, não realístico com a situação da economia de nosso município, evento este importante só para o seu público e para o então gestor municipal.
Share:

Publicidade

Anuncio
Anúncio
Anúncio

Campanha: Doe Sangue, salve vidas!

Imagem: logo do EMOBA

Entre em contato através do telefone (71) 3116-5643, de segunda a sexta-fera, das 8h às 16h, ou envie um e-mail para horamarcada@hemoba.ba.gov.br.



Anúncio



Publicidade

Anúncio

Utilizamos Cookies

Utilizamos cookies para analisar o nosso tráfego. Ao navegar pelo nosso site você concorda com a Política de Privacidade.